A Kristallnacht, noite fatídica que marca o início das perseguições aos judeus com o aval do estado nazista, é tradicionalmente lembrada na ARI, comunidade criada por judeus alemães que ainda conta com alguns sobreviventes da Noite dos Cristais.

Este ano, a lembrança será marcada por dois eventos importantes:

– a exposição “Kristallnacht, o iníco das trevas”, acervo cedido pelo Museu do Holocausto de Curitiba e pelo Museu do Amanhã do Rio; e

– debate sobre “Ascenção da Extrema Direita, da Intolerância e do Neonazismo, o que devemos fazer?” , com os Professores Marcio Scalércio e Maria Luiza Tucci Carneiro – que lançará também o livro “Tempo de guerra e de paz”-, e mediação da jornalista Leila Sterenberg.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *