Coordenação: Caroline Mendes.

O objetivo dessa área, bem como sua intenção, é a de congregar interesses, problematizar e analisar a construção das novas identidades sociais geradas pelo fenômeno da composição homogênea de nacionalismo e religião. Há, ainda, o interesse em pôr em discussão os motivos individuais de cada grupo e/ou indivíduos que provocam, há séculos, conflitos e modificações significativas na História no momento em que interagem culturalmente e, por conseguinte, partilham diferentes crenças e valores em termos de experiências religiosas. Independentemente da relação tempo-espacial que se observe, sem dúvidas, quando nacionalismo, experiências religiosas e multiculturalismo se imbricam seus produtos e recepções tornam-se importantes objetos de questionamentos pelas ciências sociais e humanas.