Coordenação: Felinto Pessoa de Faria Neto e Osvaldo Luiz Ribeiro.

A área tem por objetivo congregar pesquisadores que, heuristicamente, problematizam e analisam o fenômeno das experiências religiosas. Com ênfase na abordagem histórico-crítica, em conformidade com o jogo epistemológico próprio do laboratório, a perspectiva de abordagem transdisciplinar operará sempre a partir de perspectivas históricas, e desde a postura transdisciplinar de seus pesquisadores. Ressalvados os aspectos epistemológico-metodológicos acima, quaisquer intelectuais, de quaisquer áreas do saber, são bem-vindos. Mesmo quando em aproximações teológicas e exegéticas, considerando-se transdisciplinar, a área não cogita todavia confundir a abordagem heurística do investigador com a experiência própria do religioso. Trata-se de pesquisar transdisciplinarmente o fenômeno religioso – não experimentá-lo ou legitimá-lo.